quinta-feira, 11 de junho de 2009

São João em Lençois-BA


A população da cidade dorme e acorda em função do "São João".
A festa mais popular da região,onde em todos os rincões é celebrada.
A cidade é enfeitada e maquiada como uma noiva,ou como uma dançarina de cabaré.
Os menos favorecidos pintam pelo menos a fachada da casa.
Os mais abastardos, os comerciantes e empresários,pintam suas casas e estabelecimentos.
Os operários que trabalham na poda das árvores,na limpeza das caixas de esgoto,ou as cozinheiras trocam receitas assim como quem não quer nada,sabe de nada,nem mesmo que dia se comemora a festa.
Falam baixinho num quase murmúrio.
Tarde da noite os Caminhões descarregam nos mercados, padarias, hotéis, pousadas e restaurantes.
Na casa da Tapioca da esquina, tem uma linda luminária colorida feita de papel recortado.
Alguém pergunta quem fez? E sem muita vontade a cozinheira responde; Foi a filha de Fátima que fez, passou aqui e deixou esta.
E de novo como se fosse proibido tocar no assunto, nada se comenta.
E a alegria está nos rostos, nas amigas no salão de beleza arrumando as unhas, na vizinha que comenta meio de soslaio; Vou na rua comprar uma sandália, pra o dia á dia...
De repente, se ouve o barulho de fogos de artificio, como um aviso.
Atenção! Vem aí o São João, as pessoas fazem de conta que se assustou! Dão um sorriso.
E pronto, volta o silencio a calmaria.
E os ensaios das quadrilhas com música baixa, bem discreta.
As comilança sendo preparada, o milho encomendado, o bolo de aipim, o quentão, amendoim pra servir cozido, as cangicas.
E as providencias pra arrumar a lenha das fogueiras.
E a cidade ganha, cores novas, balões e bandeirolas cobrem as praças e ruas.
O que?
Não, não estou fazendo para o "São João', ainda está longe!
E no dia 23 de Junho, esta noiva bailarina, cortejada e acarinhada com todo tipo de preliminares,
explode em gozo com direito a fogos de artifício e fogueiras, danças e bebedeiras, comilança e brincadeiras para festejar o "Sã João"
"Olha pro céu meu amor..."
Na fogueira de João, António ia se casar, mas Pedro fugiu com a noiva,na hora de ir pro altar, lá,lá,lá!!!!