quarta-feira, 25 de junho de 2008

SAUDADES



Saudade da cama ocupada
Saudade na cama vazia
Na cama sozinha eu rolo
Na cama ocupada enrodilho
Falta me faz este tronco
Onde me entrego em concha
É tanto espaço na cama
Sozinha me solto e adormeço
Saudade do corpo do lado
Volúpia de ainda ser tua
Saudade de companhia
Saudade de estar sozinha
Na cama ocupada deleito
Me faço na cama só minha.
Nora de Oliveira

segunda-feira, 16 de junho de 2008

AMOR



















AMOR AO UNIVERSO! COM TUDO DENTRO!

Temos os favoritos!

Cores,animais,flores,pessoas,clubes de futebol,cidades,estados e pais.

Comidas,lazer,esportes,artes,perfumes,roupas e sapatos.

Sendo ou não os escolhidos ou favoritos, são igualmente amados.

Esta fonte inesgotável do amor!

Quanto mais se doa,mais se tem!

Nojo de alguns insetos como a barata,olhando ela paradinha com medo.

Não posso dizer:Não gosto de voçe!

Nojo de rato!

Vendo uma ninhada deles,tão pequenos e frágeis,em volta da mãe.

Vejo isso,mãe e filhotes.

Moscas!

Ai! Que nojenta!

Abano um pano qualquer perto dela,e mando para fora pela janela.

Sempre tive medo de cachorro,pânico!

Ganhei uma cadelinha pretinha do tamanho da minha mão, da raça Poodle,apaixonei!

Ganhei outra, Pastora Alemã,igualzinha aquela da mordida,apaixonei também!

! Esse amor cantado em versos,prosas e música!

Experimentei dos mais variados!
Filial,maternal e fraterno,ainda e sempre!

Românticos,mornos,quentes,dolorosos até!

Sempre amor!

Pessoas me machucaram muito,más não perderam o meu amor.

Tem aquelas que não gostam de mim,eu amo todas elas!

Sem a pretensão de ser amada de volta! Não importa!

Amor!Amor!Amor!

Eu te amo universo!

Com tudo dentro!

Nora.