quarta-feira, 15 de outubro de 2008

DEPOIS DAQUELA VIAGEM

Aos 16 anos Valeria contraiu AIDS porque,não fez uso de preservativos.
Valeria conta no seu livro autobiográfico que fez uma viagem.Conheceu um jovem e tiveram um romance.
E apenas aos 18 anos ficou confirmado que era portadora do vírus.
A doença mudou radicalmente sua vida,de forma simples e bem humorada até,a autora fala de assuntos relativo aos jovens.
Como ela reavaliou tudo, os programas e as farras com os amigos. (a turma)
As dúvidas próprias da idade,como sexualidade,namoro e a expectativa e ansiedade que gera o vestibular.
Adolescente de classe média,ela fala do preconceito da sociedade e de pessoas mais próximas.
Com coragem e determinada a seguir em frente.Aprende a conviver com sua nova e dura realidade.
Na década de oitenta não havia informação a respeito do vírus HIV,nem medicamentos que aliviassem os sintomas da doença.
A mídia alardeava que o HIV era doença de homossexuais,os hetero não contraiam a doença.
Longe de se deixar abater,a autora fala das boas descobertas, da valorização da vida ,do sorriso e do amor.
Faz um depoimento verdadeiro, triste as vezes engraçado,um alerta geral.
O vírus continua a fazer vítimas,sem escolher idade nem sexo.
Não vamos ser negligentes,cuidemos de fazer o uso da "camisinha"
Valeria é guerreira,foi a luta! Estudou jornalismo e escolheu Viver!

Depois daquela viagem,livro lançado em 1999 aos 23 anos, por Valeria Piassa Polizzi

Nenhum comentário: