quarta-feira, 12 de março de 2008

Da Janela...

Da Janela... Da Janela do meu quarto,vi uma toalha la embaixo. Ela havia caido do varal,desci correndo as escadas do segundo andar. A baixei meio de lado pra pegar a peça,me pregaram uma peça!De esguelha vi um carro vermelho estacionado na garagem balançando.Me virei rapidinho e fui me aproximando pra ver o que acontecia.Cheguei perto demais! Vix! Maria!Tinha um casal namorando la dentro do carro,a coisa tava séria mesmo.Fiquei ali parada de bobeira olhando,por alguns segundos.Nisso eles mudaram de posiçaõ, e achei que iam me ver ali de vouier.Cruzes,me virei rapido e bati a lateral da cabeça na pilastra,ai ,ai ,doeu horrores!Fiquei massageando o local,e fui saindo de fininho olhando pra trás com medo de ser vista.Quando noto que o carro estava se movendo,andando mesmo,olhei direito pensando que alguém ligou o motor e estava saindo.Nada,não tinha motorista,ele estava deslizando lentamente em direçao do carro estacionado em frente.Eu não tive tempo de esboçar uma atitude,foi barulhento,surgiu ao mesmo tempo duas cabeças , olhando em volta.houve a batida,os dois faroes quebrados de ambos os carros.Ai meu Deus,o homen abri a porta desci ainda fechando as coisas.a mulher demorou um pouquinho mais,pra se ajeitar.Desceu do carro e os dois asustados me olharam e partiram pra cima de mim!Foi voçe então que empurrou o carro,olha o prejuiso.E agora tem que pagar.Euzinha,ta maluco sabe com quem esta falando? Eu jamais faria uma coisa dessa,me defendí ne.Nisso o dono do outro carro aparece,perguntando que aconteceu aqui com um vozeirão de locutor de radio.O casal de amantes dedo em riste me apontam,foi ela estavamos ouvindo um som no carro quietinhos ,conversando,essa doida apareceu aqui do nada e empurrou meu carro em direçaõ do seu,disse a mulher.Doida eu?Voçes é que saõ malucos, deviam er pra outro lugar, as 4 da tarde aqui onde os moradores transitam,tem crianças também uai,apelei.Estavamos muito comportados,nada a ver.Voçe é uma mal amada,carente,intrumitida,não pode ver ninguem numa boa.Me fuzilando com os olhos dedo na minha cara continuou o Romeu.Eu acabei com a discursão, mandei eles tomarem vergonha e aproveitasse e tomasem as providencias que quizesem.Fui saindo cabeça erguida,subi as escadas penssando,mas será o binidito?A toalhinha na mão ainda umida,quando entrei am casa é que me lembrei.Passara a noite namorando,com um homem maravilhoso,gostoso,carinhoso em inesqueciveis momentos de amor.Carente eu?Ta boua?Canoa!!

Nenhum comentário: