sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O que é que você tem?

Eu tenho saudades, sofro distancias tenho lonjuras como Caio Fernando de Abreu.
Hoje choro a saudade de minhas filhas, meus pais, irmãns sobrinhos e amigos distantes , más tão distantes, que alguns deles partiram para outro plano espiritual, ou pro Céu, ou pra outra vida, cada um diz o que quer.
Estou chegando aos meus 57 anos de vida, se sofri? quem não?
se sorri? muito
se curti um pouco de tudo, e tudo de uns poucos, há isso é fato.
Virou história, aventurei pela vida romãntica, me joguei sem para-quedas, mergulhei sem colete salva-vida, fui fundo porque sempre achava raso, queria sempre mais.
Arrisquei em vôos solos e em pares, sem plano de vôo, corri montanhas e campos, mares e florestas sem mapas, búsolas ou guias.
Sou extremista, quando esfria eu congelo, quando esquenta eu derreto.
Não entrei numa de reflexão ainda, nem sei se um dia farei.
Sigo ainda a corretenza sem procurar aonde me agarrar, livremente meu espiríto segue os instintos como um animal humano, sempre e sempre com amor, respeito e consideração.

 


Nenhum comentário: